quarta-feira

veredictum


"A casa branca à noite", Vincent van Gogh

tantos outonos olhando
o glossário da noite
os enigmas de incontáveis
constelações
mas nenhuma estrela
ao alcance da mão

melhor deixar intactas
as palavras
desdém fingir ante
os atavios das luzes
seguir então a sina
de rezar silêncios
no rés do chão


Nenhum comentário: