sábado

interlúdios à parte


"Birds Sunset" (http://zhurnaly.com/images)

não sei se voltarão
esses pássaros
que me sobrevoam
em sua jornada
pelo crepúsculo

eles que rumam assim
surdos aos interlúdios
do azul e da tarde
alheios a amores
sinos calando tal
a algaravia do voar

vejo-os sem a submissão
dos presos ao chão
perfilado desafio ao ar
enquanto pesa em mim
feito bronze uma
solidão a qual nada
parece ombrear

Um comentário:

Alexandre Bonafim disse...

Querido D'Ângelo, a solidão, qual a leveza do vôo, prepara-nos para a chegada da poesia. Abração.