terça-feira

sem a intervenção de Homero


Claude Monet

barco vazio de presságios
eu sem deuses ou estrelas
tateava da tarde os enigmas
na travessia do outono
sem saber quanto tempo
o coração pode esperar

testemunharam por
mim vôos e gaivotas
eu perdera o horizonte
na confluência dos azuis
eu que não nasci Ulisses
e tanto quanto de amores
nunca soube do mar

Nenhum comentário: