segunda-feira

a rítmica da estação que se celebra


" O Jardim do hospital de Saint-Paul", Vincent van Gogh

ainda que efêmera a palavra
a poesia percorre outubro
o amor adentrando a casa
inesperado o novo norte
em mim assim a ancorar

e se havia a espera da pétala
ou também do giro do catavento
tornava-se irremediável agora
a saga do fogo e das asas
tais os súbitos da floração

depois avançada a primavera
no coração e nos hemisférios
meus versos mesmo que descalços
tocarão então um outro chão

Nenhum comentário: