quarta-feira

como mote ou como mar


"Homem sentado com espada e flor", Pablo Picasso

enquanto engendro versos
o coração não se compraz
e o tempo me despe de
sonhos sem se apiedar

a vida segue a esmo
indômito barco fugaz
sou um cais de ausências
horizonte nenhum no olhar

contraceno com silêncios
gestos vazios, labirintos
a tristeza em lugar do amor
como mote ou como mar