domingo

saga entre palavras


"Olhando para o mar", Edward Potthast

horizonte em
que me ancoro
esta saga entre
palavras é o
que me resta
se no olhar me dói
a imensidão

azul que não
se pressente
é o amor este mar
que me é ausente
enseada sempre
a dizer não

sexta-feira

em meio às celebrações do vento


"Paisagem marinha, efeitos da noite"", Claude Monet

neste mar que é
a solidão
que me cerceia
releituras de
estrelas faço
circunstâncias do
inverno contemplo

e desde que nada
nada intento
palavras sobreponho
à dor que medra
em meio às celebrações
do vento