segunda-feira

sem sol e sem asas














"A estrada de Vetheuil sob a neve", Claude Monet

esse pacto desfeito
com a palavra
assim se traduz

sílabas incógnitas
nenhum verso cúmplice
silêncio em ostinato

nenhum azul relato
uma clave de pedra
a me pautar 

sem sol e sem asas
para invernar


domingo

não mais que dunas e desalento
















"Praia de Varengeville", Claude Monet
  

silêncios tenho navegado
sem que as palavras
venham me aportar

então não aludo a barcos
pois que desertos
percorro e não o mar

vislumbro não mais
que dunas e desalento
nesta dúbia paisagem

de degraus de aridez
e solidão 

e oásis nenhum
para o coração