domingo

entre abismos e estrelas















"Campos verdes de trigo", Vincent van Gogh

eu que antes ave
e infinito
trôpego agora me
limito ao chão

colcheias de silêncio
coleciono num
eterno outono
ainda que primavera

e nada semeio
enquanto a vida
me espera entre
abismos e estrelas

e me confunde
em solidão