domingo

palco Autran

clap, clap, clap
silencio aqui minha
onomatoplatéia

um deus dormiu aqui
e após o sopro do noroeste
o céu não pode esperar:
serão autores em busca
dos personagens Zeus

vai em paz, Paulo
quixotelo
jamais avaro em
seu talento
é findo o jogo

leva teu reinado Lear
a outros mundos
viajante do agora e sempre
e nunca mais caixeiro

Nenhum comentário: