segunda-feira

Vulcano hodierno

bigorna, martelo
frágua e fole
golpeio frases como
cabe a quem
se pretende um artesão

a poesia, forjo-a
em silêncio
quando a palavra incandesce
e abrasa a emoção

Nenhum comentário: