terça-feira

num caminho que vai de Éolo a Chopin


"A noite estrelada", Vincent van Gogh

assim o pólen dos
sonhos
um contraponto ao
dia encerrado
fazendo da noite
lago constelado

eu que tudo contemplo
na solidão pereço
noturno é a música
do vento
ferindo-me num
arpejo lento

2 comentários:

Graça Pires disse...

Nocturno é a música do vento: Chopin e Éolo a celebrarem o pólen dos sonhos. Muito belo.
Um beijo d'Angelo.

Adriana disse...

e chegando aqui me deparo com essa linda escritura...às vezes um tempo faz bem, seu poema é lindo!