quarta-feira

à sombra das águas


"Figuras na praia", Pablo Picasso

lanço âncora em
lugar de palavras
meu périplo resumo
a uma lira de silêncios
por dedilhar

aportado na solidão
meu coração é
apenas um barco
sem resposta
fazendo apelos ao mar

5 comentários:

Graça Pires disse...

Um barco. Uma âncora. Deslumbrados com a sombra das águas...
Gostei imenso do poema, d'Angelo. Um beijo.

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Lanço aqui o meu elogio a esse poema que me emocionou.
Lindo, simplesmente.
Abraços

Babi M.S. disse...

e vem
e vão
as vagas
vem
em vão
vagas
v e m vã o
vagas

Babi M.S. disse...

"rebecca

há um barco no mar
e só
há um barco no mar
porque há
mar

senão seria apenas umbarco no ar

há um barco no ar
porque se não houvesse ar
seria só um barco
só um homem num barco
só um homem sufocado num barco"

Michel Melamed

Fernando Campanella disse...

Olá, meu amigo, estive aqui e voltarei.Espaço de pura sensibilidade. Lindos estes versos:

meu coração é
apenas um barco
sem resposta
fazendo apelos ao mar

Grande abraço.