segunda-feira

Quixote entre moinhos desfeitos


"Dom Quixote", Salvador Dali

na tablatura deste
inverno que silencia
não encontro vestígios
de palavras minhas
se procuro sonhos
na paisagem

eu que regia os ventos
hoje indago esfinges
sobre onde estarão
meus moinhos
neste deserto que
tomou o meu olhar

4 comentários:

Graça Pires disse...

De moinhos e de sonhos se vai criando um deserto onde a nossa sede se prolonga por muitas bocas...
Um beijo, d'Ângelo

mfc disse...

Mas ao Inverno vai suceder em breve uma nova primavera...

Rosana disse...

Pergunte, e um dia as respostas chegam! Foi bom te encontrar, meu amigo!

líria porto disse...

os versos, os mestres da pintura, uma sucessão de belas imagens - escritas e gravadas!
besos