sábado

folhas em despedida



"Alameda de choupos no outono", Vincent van Gogh

nada bucólicos são
os campos da solidão
onde intento arpejos
numa lira emudecida

sem apreender que
como mensagens
o outono amarelece
as folhas em despedida

ou que amores, versos
acordes, mesmo eu
não mais seremos do
que página esmaecida

Um comentário:

Elizabeth F. de Oliveira disse...

O outono, assim como a vida, é apenas um ciclo de renovação. Sonhos, assim como cada estação, não envelhecem, mas mudam, migram, para que mesmo no inverno possa ser lume para aquecer-nos o coração.
Poeta, Van Gogh e seus versos são prelúdio de primavera.